terça-feira, 2 de março de 2010

Corrente Elétrica


Corrente elétrica, entender este conceito facilita o entendimento de muitos fenômenos da natureza. A corrente elétrica, e a propriamente dita, estão presentes a todo tempo ao nosso redor e até em nós mesmos.

Podemos citar vários exemplos:

Na natureza: o relâmpago, uma grande descarga elétrica produzida quando se forma uma enorme tensão entre duas regiões da atmosfera.

No corpo humano
: impulsos elétricos do olho para o cérebro. Nas células da retina existem substâncias químicas que são sensíveis à luz, quando uma imagem se forma na retina estas substâncias produzem impulsos elétricos que são transmitidos ao cérebro.

Além destes exemplos, podemos identificar vários aparelhos e utensílios em nossa casa que foram construídos a partir do domínio da eletricidade: o ferro de passar roupas, o chuveiro, a lâmpada e muitos outros.

Para entendermos o funcionamento destes aparelhos vamos definir o conceito de corrente elétrica.

Se um condutor é ligado aos pólos do gerador
os elétrons do pólo negativo se movimentam ordenadamente para o pólo positivo, esse movimento ordenado dos elétrons é denominado corrente elétrica.

Por convenção, o sentido da corrente elétrica é contrário ao do movimento dos elétrons no condutor.

Fórmula:
i = ∆Q / ∆t

i = intensidade da corrente elétrica
∆Q = quantidade de carga elétrica
∆t = intervalo de tempo

Observações do Professor:

Elétrons Livres: São elétrons nas camadas mais externas do átomo e se movimenta entre os átomos.

Íons: Produz corrente elétrica principalmente nos fluídos (gás ou líquido).

Corrente elétrica é estabelecida quando os portadores de carga movimentam-se de forma ORDENADA devido uma diferença de potências (DDP ou Tensão).

2 comentários:

  1. Olá Jean
    Está faltando a postagem desta semana.
    Prof Flávio

    ResponderExcluir
  2. iae maacaco !
    taa filee aki eiin ;9


    nooix mlq !

    ResponderExcluir